Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

MonitoR7 Alerta do CDC(EUA) trata da eficácia do teste de Covid?

Alerta do CDC(EUA) trata da eficácia do teste de Covid?

CDC recomendou que laboratórios se preparem para adotar outro teste, que também detecta vírus Influenza, causa da gripe comum

  • MonitoR7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Publicações distorcem alerta publicado pelo CDC, órgão oficial de saúde dos Estados Unidos
  • O alerta orienta para adoção de testes múltiplos, que detectam SARS-Cov-2 e os vírus da gripe comum
  • A orientação é preparatória para a temporada de gripe, com início do inverno no hemisfério Norte
  • Até o final deste ano, pedido para uso do RT-PCR continua válido e CDC referenda teste

Publicações no Instagram e em outras redes sociais alegam que o CDC (Center For Disease Control and Prevention) divulgou um alerta de que os testes RT-PCR não são eficazes para detectar a contaminação pelo SARS-COV-2. Em algumas publicações, a frase sobre ineficácia é até grifada, para reforçar a mensagem.

A informação é falsa. Na verdade, o CDC divulgou um alerta para os laboratórios dos Estados Unidos, informando que depois do próximo dia 31 de dezembro irá desistir do pedido feito à FDA(Food and Drug Administration) no início da pandemia, para uso emergencial do teste que foi adotado a partir de fevereiro do ano passado para detecção unicamente do SARS-COV-2.

Segundo o comunicado, o objetivo é dar tempo para que os laboratórios passem a adotar outros testes, já aprovados pela FDA, que permitem detectar não apenas o coronavírus que provoca a Covid-19, mas também os vírus que provocam a gripe comum.

O CDC incentiva os laboratórios a se prepararem para adotar estes testes múltiplos até o início da temporada da gripe, no final do ano, quando começa o inverno no hemisfério Norte.  Os testes Multiplex, como são chamados, permitirão aos laboratórios economia de tempo e recursos, segundo o alerta do CDC. Abaixo, imagem do alerta do CDC, retirado da página do órgão na internet.

Extraído da internet

Extraído da internet

Reprodução/Arte R7

Últimas