Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

MonitoR7 Marília Mendonça: piloto do voo se vacinou na véspera do acidente?

Marília Mendonça: piloto do voo se vacinou na véspera do acidente?

Publicações em grupos anti-vacina usam boato para "culpar" os imunizantes pelo acidente

Equipes do Cenipa atuam na perícia do avião que levava a cantora Marília Mendonça e caiu em Caratinga, Minas Gerais

Equipes do Cenipa atuam na perícia do avião que levava a cantora Marília Mendonça e caiu em Caratinga, Minas Gerais

Divulgação/Cenipa

Na última sexta-feira (5), a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas morreram em um acidente aéreo devido à queda de um avião de pequeno porte próximo a uma cachoeira no município de Caratinga, no interior de Minas Gerais.

Após a confirmação da morte de uma das maiores estrelas do “feminejo”, grupos anti-vacina nas redes sociais passaram a usar o fato para tentar associar o acidente às reações de imunizantes contra a covid-19.

Uma publicação no Twitter, feita no dia do acidente, mostrava a foto de um homem recebendo a vacina contra a Covid-19, e na legenda, a frase: “Gente, o piloto do avião da Marília Mendonça postou essa foto ontem”.

Além de receber centenas de curtidas e compartilhamentos, o conteúdo se espalhou em grupos do app Telegram.

No entanto, o teor da publicação é falso. O homem que está sendo vacinado na imagem não é o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior e sim o presidente da Argentina, Alberto Fernández.
O mandatário argentino publicou a foto em janeiro deste ano, quando recebeu a primeira dose da vacina Sputnik V.

Confira a imagem original:

Não há nenhuma informação confirmada que Geraldo, o piloto da aeronave, de 56 anos, tenha se vacinado na quinta-feira (4), véspera do acidente.

A empresa responsável pela aeronave ressaltou que tanto o piloto quanto o co-piloto "tinham grande experiência de voo, eram devidamente habilitados pela ANAC, com todos os treinamentos atualizados".

Recomendação da ANAC

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), em abril deste ano, recomendou que pilotos se afastem de suas atividades por 48 horas após receber cada dose da vacina.

“Embora a grande maioria dos efeitos colaterais relatados seja leve e não coloque em questionamento a segurança das vacinas aprovadas, os efeitos podem ser potencializados em condições de voo, com ambiente hipóxico e hipobárico”, diz trecho da nota divulgada pela agência reguladora.

Foto do presidente da Argentina sendo vacinado está sendo compartilhado como se fosse do piloto que levava Marília Mendonça

Foto do presidente da Argentina sendo vacinado está sendo compartilhado como se fosse do piloto que levava Marília Mendonça

Reprodução/ Artes: R7

Você tem uma informação que gostaria que fosse checada? Envie mensagem para o MonitoR7, por WhatsApp ou Telegram: (11) 9-9240-7777

Últimas