Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

MonitoR7 Mentira: vídeo mostra presidiários, não ministros do Sri Lanka, sendo humilhados em protesto

Mentira: vídeo mostra presidiários, não ministros do Sri Lanka, sendo humilhados em protesto

País passa por crise econômica e onda de manifestações populares violentas; em uma delas, inclusive, um deputado foi assassinado

  • MonitoR7 | Eduardo Reis*, do R7

Onda de protestos tomou o Sri Lanka em maio

Onda de protestos tomou o Sri Lanka em maio

AFP - 15.5.2022

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra um grupo de homens, todos ajoelhados e sem camisa, sendo humilhado por uma multidão. Usuários das redes sociais disseram que eles são ministros de Estado do Sri Lanka, mas, na verdade, são presidiários.

O país do Sudeste Asiático passa por uma convulsão social, com crise econômica e escassez de comida e petróleo. A revolta popular levou à renúncia do premiê Mahinda Rajapaksa. Ranil Wickremesinghe assumiu o cargo após um calote de pagamento da dívida pública dado por seu antecessor.

O levante popular tomou proporções gigantescas. Um deputado ligado ao antigo primeiro-ministro foi espancado até a morte durante um dos protestos.

As cenas de violência serviram de inspiração para algumas pessoas na internet. "Seremos nós amanhã", diz um tuíte que compartilha o tal vídeo sobre supostos políticos do país encurralados.

O vídeo, porém, não mostra ministros. Muito menos pessoas importantes no Sri Lanka. Trata-se de detentos que estavam trabalhando em um canteiro – o transporte os deixou perto de um foco de protesto. O vídeo foi gravado no dia 9 de maio, quando ocorreu um confronto entre apoiadores e opositores do antigo primeiro-ministro.

A multidão acreditou que os detentos eram manifestantes pró-governo e, por isso, eles foram atacados. O Departamente de Prisões do Sri Lanka negou o envolvimento deles no ato, apesar de ter admitido que alguns presidiários fugiram para integrar as manifestações.

O jornal Daily Mirror e o canal Hiru News, do Sri Lanka, publicaram a notícia de que as pessoas humilhadas eram presidiários, não políticos.

Ficou em dúvida sobre uma informação, mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe a questão para o MonitoR7 que nós a checaremos para você: (11) 9 9240-7777 ou monitor@recordtv.com.br.

* Estagiário do R7, com edição de texto de Marcos Rogério Lopes

Últimas