Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

MonitoR7 O lema do Exército brasileiro foi modificado?

O lema do Exército brasileiro foi modificado?

Imagem com frase ‘braço forte, mão leve’ escrita em caminhão do Exército é versão adulterada de foto real

  • MonitoR7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Foto de caminhão foi editada, para satirizar militares acusados na CPI da Covid, no Senado
  • A palavra "amiga", do lema original, foi substituída por "leve", levando à expressão "mão leve"
  • A foto original é de 2016 e mostra uma ação militar verdadeira
  • Criada como sátira, a imagem e a frase passaram a ser usadas em críticas ao Exército
Foto alterada digitalmente, usada em publicações de redes sociais

Foto alterada digitalmente, usada em publicações de redes sociais

Reprodução/Arte R7

Circula nas redes sociais a imagem de um caminhão do Exército com a inscrição “Braço forte, mão leve”. É uma imagem manipulada digitalmente, para criticar a instituição militar, que distorce o lema tradicional do Exército Brasileiro, "Braço forte, mão amiga".

A imagem alterada surgiu inicialmente em publicação do perfil de sátiras @memecrata, no Twitter, que tem histórico de publicações contrárias ao governo federal. O tuíte com a imagem foi publicado no dia 21 de julho. Apesar de ter poucas interações(sete retuítes e 36 curtidas), a postagem teve grande repercussão e a frase alterada passou a ser usada em publicações com críticas ao Exército.

A publicação original, com alteração digital, satirizava aqueles militares que tem sido relacionados com denúncias de pedidos de propina na compra de vacinas, durante a CPI da Covid, no Senado Federal. O texto do tuíte do perfil @memecrata diz: "o exército colocou Pazuello pra pintar caminhão?"

Na imagem usada, a palavra "amiga" é substituída pela palavra “leve”, levando à expressão "mão leve", que no dicionário Michaelis é registrada como sinônimo de "pessoa que furta, especialmente de maneira dissimulada; mão boba". A partir da repercussão da publicação, várias postagens passaram a usar a frase alterada, mesmo sem a foto, com acusações e críticas ao Exército brasileiro.

A foto original (abaixo) é de junho de 2016 e está disponível no site oficial do Exército. É um registro da visita do então Chefe do Gabinete de Planejamento e Gestão, Carlos dos Santos Sardinha, à 8ª Região Militar, em Belém, no Pará.

Divulgação

Você tem uma informação que gostaria que fosse checada? Envie mensagem para o número de WhatsApp do Monitor7: 11-9 8358 9331

Últimas