Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

MonitoR7 Pegadinha contra os clientes pode ser uma estratégia empresarial?

Pegadinha contra os clientes pode ser uma estratégia empresarial?

Consultoria de inovação nega autoria do vídeo e que ele faça parte de campanha publicitária. 

  • MonitoR7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Vídeo mostra médico fazendo esculturas de bolas de futebol, usando pedras
  • O objetivo do médico seria machucar pessoas, para que elas procurassem atendimento
  • "Mensagem não é consistente com os valores da empresa”, diz Accenture, ao negar autoria
  • Vídeo viralizou no WhatsApp e no Reddit
Imagem extraída de vídeo

Imagem extraída de vídeo

Reprodução/Arte R7

O vídeo mostra um homem criando esculturas de pedra em formato de bola de futebol. Depois, ele espalha as bolas de pedra em áreas públicas. Em outro momento, vestido de médico, o mesmo homem comemora a sala de espera lotada, com homens indicando lesões nos pés. Ao final, é apresentada, em inglês, a frase “encontrando maneiras criativas de aprimorar seu negócio”, seguida do logotipo da Accenture, uma consultoria global especializada em inovação.  

Pela qualidade de produção, gravação e edição, o vídeo realmente se assemelha a uma peça publicitária. O vídeo teve muitos compartilhamentos no WhatsApp, foi publicado no YouTube(21 mil visualizações numa das publicações) e teve quase 85 mil reações no Reddit, fórum de discussões on-line. Entre os comentários, houve críticas e acusações, alegando que a campanha seria antiética.

O Monitor7 consultou a empresa. A assessoria de imprensa da Accenture negou ter responsabilidade pelo vídeo: “Sobre este assunto, a Accenture informa que a publicidade em questão não é sua e que a mensagem não é consistente com os valores da empresa”. Em outubro do ano passado a Accenture lançou um novo slogan, diferente do apresentado no vídeo que viralizou: "Let there be change". Ou, em português, "Que venha a mudança".

O Monitor7 não conseguiu descobrir a autoria do vídeo.

Últimas