Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

MonitoR7 Protestos contra 'lockdown' foram reprimidos pelo governo da Colômbia?

Protestos contra 'lockdown' foram reprimidos pelo governo da Colômbia?

Nas redes sociais, um vídeo de protestos com repressão policial é relacionado a supostas manifestações contrárias a quarentena nas cidades colombianas. 

Protestos contra 'lockdown' foram reprimidos pelo governo da Colômbia?

Protestos contra 'lockdown' foram reprimidos pelo governo da Colômbia?

Luisa Gonzalez/Reuters - 1.5.2021

Em tom alarmista, uma publicação em grupo virtual de mensagens alerta sobre atuação do Exército colombiano contra protestos de resistência ao "lockdown" naquele país. A publicação vem acompanhada de um vídeo, com imagens realmente impressionantes. E abre com a palavra "Urgente" em destaque, indicando que aquela situação seria recente.

Um dos trechos da mensagem diz que a ordem foi dada pelo presidente da Colômbia, para "matar qualquer um". E que o Exército está  "atirando nas pessoas nas ruas, matando todos que vêem pela frente". Até o momento dessa checagem, a postagem já havia recebido mais de 2,8 mil visualizações.

O vídeo mostra manifestantes correndo pelas ruas da cidade, enquanto ao fundo é possível ouvir barulho e clarões semelhantes aos produzidos por tiros. Ainda, é possível identificar um carro de polícia e uo que parecem ser bombas de efeito moral, usadas para dispersar multidões. 

O vídeo é real, mas foi gravado em maio de 2021. O MonitoR7 apurou, através de uma pesquisa em um banco de dados online e uma busca reversa em redes sociais, que a gravação é de um dos protestos que aconteceram na cidade de Bogotá, ainda no começo desse ano.

Nas publicação, a informação sobre o local em que as imagens foram gravadas também está errado. Ali se afirma que vídeo foi feito na cidade de Medellín.

Na época, diversas manifestações tomaram o país, por conta de um projeto de reforma tributária. Os protestos tiveram início em abril e serviram de resposta à proposta de aumento dos impostos.

A forma das manifestações acabou levando à retirada do projeto. Ainda assim, as manifestações continuaram por mais alguns dias. Depois, passaram a ter como alvos a violência policial, a pobreza e a crise de saúde na Colômbia.

Além da capital, outras cidades foram alvos de manifestações, como Cali. Lá houve toques de recolher e o governo federal enviou reforço policial para a cidade. Os protestos duraram cerca de um mês e contabilizaram dezenas de mortos, entre civis e policiais. 

Jovens que participavam das manifestações alegaram que os policiais fizeram uso de gás lacrimogêneo na tentativa de controlar os protestos. Assim, a repressão violenta por parte da polícia, dita na mensagem apurada, realmente aconteceu.

Portanto, se trata de uma alegação enganosa. A mensagem que circula nos grupos é alarmista, apelativa e ainda distorce as circunstâncias da gravação. Apesar de ter sido feita em meio a manifestações na Colômbia, a gravação não tem nenhuma relação com protestos contrários ao "lockdown". Além disso, diferentemente do que diz a legenda da publicação, os fatos mostrados não são recentes.

Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

É enganoso que governo colombiano reprimiu protestos, violentamente, contra 'lockdown'

É enganoso que governo colombiano reprimiu protestos, violentamente, contra 'lockdown'

Reprodução/Arte R7

Últimas