Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

Vacina provocou desmaio de jornalista?

Vídeo flagra mal estar de jornalista na TV alemã, enquanto falava sobre obrigatoriedade da vacina naquele país

Profissional de saúde aplica vacina contra a Covid-19, na Alemanha

Profissional de saúde aplica vacina contra a Covid-19, na Alemanha

Kai Pfaffenbach/Reuters - 07.01.2021

As imagens de uma apresentadora de televisão alemã desmaiando durante um programa ao vivo repercutiram nas redes sociais nesta semana. Uma das publicações, feita por um usuário do Twitter, teve mais de 500 mil visualizações. Em grupos de Telegram, o vídeo também se tornou viral.

Em grande parte das publicações, é dito que a jornalista Clara Pfeffer, “perde o controle de seu corpo”, enquanto falava sobre a obrigatoriedade da vacinação. Em outras, são adicionados dezenas de emojis de seringas. E há também publicações que procuram relacionar o desmaio com o fato da jornalista ter sido vacinada e estar defendendo a obrigatoriedade. Estas publicações falam em "carma".

Assista ao vídeo do incidente:

O caso ocorreu na última terça-feira (15), durante um programa da rede de alemã “NTV”. A jornalista entrevistava Sepp Müller, um parlamentar alemão, da União Democrata-Cristã, partido conservador, o mesmo da ex-chanceler, Angela Merkel. 

No momento em que Clara desmaiou, ela questionava o político sobre uma possível obrigatoriedade de vacinação na Alemanha, quando começa a se sentir mal, precisando ser amparada pelo próprio entrevistado.

No entanto, não há nenhum indício de que uma reação da vacina tenha causado o mal-estar na jornalista.

Em contato com o Monitor7, a jornalista deu detalhes da situação, e que apesar do susto, no dia seguinte ela já estava trabalhando:

“De imediato fui checada pelos paramédicos, eles fizeram todos os testes necessários. Todos deram certos, eu estou saudável. Eu ainda fui ao médico algumas horas depois e tudo continuou bem”, afirma, classificando o mal-estar como uma ‘fraqueza no sistema circulatório’.

Em suas redes sociais, horas após o incidente, Clara agradeceu a preocupação após a situação, e “culpou” a falta de alimentação como razão para ter se sentido mal ao vivo.

Entre as causas mais apontadas por ela para desmaiar, além da falta do café da manhã, está o fato de ter começado a trabalhar muito cedo, somado a uma “mudança extrema” de clima naquele dia.

A jornalista também se mostrou surpresa com a grande repercussão envolvendo seu nome e também se disse chocada com o uso do incidente:

“Eu não estou surpresa de que o vídeo esteja sendo usado por grupos anti-vacinas, mas estou chocada em como se espalhou rapidamente pelo mundo. Obviamente não é divertido receber comentários e mensagens desejando que eu morresse, mas eu tento ignorar”.

Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

Publicações tentam relacionar mal súbito de jornalista como efeito da vacina, embora não haja qualquer indício para isso

Publicações tentam relacionar mal súbito de jornalista como efeito da vacina, embora não haja qualquer indício para isso

Reprodução/ Artes: R7

Últimas