Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777

Morte Elizabeth 2ª

MonitoR7 Verdadeiro: rainha Elizabeth 2ª usava bolsa para se comunicar

Verdadeiro: rainha Elizabeth 2ª usava bolsa para se comunicar

Historiadores e especialistas na realeza britânica afirmam que rainha tinha código secreto com assessores

  • MonitoR7 | Do R7

Elizabeth 2ª segura a famosa bolsa em encontro com a ex-primeira-ministra britânica Theresa May

Elizabeth 2ª segura a famosa bolsa em encontro com a ex-primeira-ministra britânica Theresa May

DOMINIC LIPINSKI / POOL / AFP

A rainha Elizabeth 2ª, que morreu nesta quinta-feira (8), aos 96 anos, usava a bolsa para se comunicar com os assessores? De acordo com historiadores e especialistas na realeza britânica, a história é verdadeira.

"A bolsa não é apenas para a rainha guardar itens preciosos. É também para ela mandar sinais para a sua equipe", disse a escritora e comentarista real Kristen Meinzer à revista Newsweek no começo do ano.

O código (quase) secreto mostrava se a rainha queria ou não continuar com os interlocutores nos encontros oficiais.

"Se você estiver com a rainha e ela colocar a bolsa no chão, acabou. Ela espera que alguém chegue imediatamente para resgatá-la da conversa", disse Meinzer.

Outro sinal que a rainha usava para sair de um bate-papo era trocar a bolsa de braço, segundo revelou o historiador real Hugo Vickers em entrevista a People. Já se a bolsa ficasse sobre a mesa, a dica era para que os assessores aparecessem em cinco minutos.

"Isso é feito de um jeito muito delicado. Alguém vai até a pessoa e fala algo do tipo: 'Senhor, o arcebispo de Canterburry gostaria muito de conhecê-lo'", explicou Vickers.

Ainda segundo ele, a rainha também usava a aliança de casamento para se comunicar com os assessores. Girar o anel, por exemplo, era um sinal para encerrar a conversa.

E o que tinha dentro da bolsa? De acordo com Sally Bedell Smith, autora do livro
Elizabeth the Queen: the Woman Behind the Throne ("Rainha Elizabeth: a mulher por trás do trono", em tradução livre), a rainha carregava um espelho, um batom, os óculos de leitura, algumas pastilhas de hortelã, uma caneta-tinteiro e uma pequena quantidade de dinheiro para doações.

Além disso, Elizabeth também tinha sempre em mãos um gancho para pendurar discretamente a sua bolsa.

Nos últimos 50 anos, a rainha teve uma marca favorita de bolsa: a Launer London. A imprensa britânica especula que a rainha tivesse mais de 200 delas em sua coleção, e o modelo Traviata preto era o seu preferido. Feita à mão de couro de bezerro fino com forro macio de camurça, a bolsa custa cerca de R$ 15 mil.

Guarda-roupa real: Elizabeth 2ª tinha estilo único e abusava de looks monocromáticos

Últimas